Quem sou eu

Minha foto
MINI CURRÍCULO Coordenadora Pedagógica da Rede Municipal de São Paulo Graduada pela Universidade Paulista-UNIP, Pós Graduada em Docência do Ensino Superior, Educação Infantil e Gestão escolar - ISE Vera Cruz. EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS Formadora da DRE de Itaquera Educação Infantil e Informática educativa Formadora no Ponto de Cultura FAFE-USP (Oficina-Documentação Pedagógica-Tecnologias a Favor da Educação) Formadora no programa ADI Magistério - formação de professores- Fundação Vanzoline Professora de educação infantil e ensino fundamental I e de oficinas de arte no ensino fundamental II- Escola Tecnica Walter Belian

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Orientações didáticas: Planejando a Contação de histórias e o Reconto

O que o professor precisa saber e fazer para organizar uma situação de contação de história ?

A história é uma narrativa que se baseia num tipo de discurso oral calcado no imaginário de uma cultura.

O contador sem o livro tem mais liberdade de acentuar emoções, modificar o enredo segundo as reações da criança e maior pode ser  disponibilidade para trabalhar sua voz e seu gesto o que ajuda em situações com os pequenos bem pequenos e pode ajudar a introduzi-los no universo da leitura de histórias.

Por meio delas podemos enriquecer as experiências infantis, desenvolvendo diversas formas de linguagem, ampliando o vocabulário, formando o caráter, desenvolvendo a confiança na força do bem, proporcionando a ela viver o imaginário.

Além disso, as histórias estimulam o desenvolvimento de funções cognitivas importantes para o pensamento, tais como a comparação (entre as figuras e o texto lido ou narrado) o pensamento hipotético, o raciocínio lógico, pensamento divergente ou convergente, as relações espaciais e temporais (toda história tem princípio, meio e fim ) Os enredos geralmente são organizados de forma que um conteúdo moral possa ser inferido das ações dos personagens e isso colabora para a construção da ética e da cidadania em nossas crianças. Cláudia Marques Cunha Silva

Algumas Orientações para planejar uma boa contação de historia:

Podemos destacar algumas orientações básicas para contar histórias:


1.     Escolha histórias cujo tema faça parte do universo infantil (que despertem o interesse das crianças)

2.     Incentive as crianças diariamente, contando pequenas histórias sem mesmo ter o livro nas mãos.

3.     Use entonação de voz atraente, sem exageros, faça suspense, faça drama, se emocione, expresse sua opinião sobre o tema e dê oportunidade para que a criança também apresente sua opinião.

4.     Enriqueça a narração com ruídos (onomatopéias) como miau! Au! Au! . Evite cacoetes como: aí... então... entenderam... não é?

5.     Use recursos gestuais para enriquecer a contação.

6.     As crianças adoram que se conte a mesma história varias vezes. Se preciso, repita as histórias para que as crianças possam apropriar-se delas 

7.     Pense em locais para além da sala para contra histórias, ambientes diferenciados como num gramado, debaixo de uma arvore, tornam o momento mais agradável . O importante é garantir que todas as crianças estejam confortáveis e possam visualizar o professor

8.    Conheça o texto da história, o ideal é que conte a história com suas próprias palavras. Para isso é importante que ele preparar-se para apresentar a história, principalmente se for fazer uso de objetos, caixas de história, fantoches ou qualquer outro apoio para a contação.

9.     Crie suspense  sobre a história a ser contada, despertar a curiosidade em seus alunos para envolve-los

10.  Preserve a atenção das crianças no local em que a história está sendo contada. (muito barulho, pessoas estranhas interrompendo, etc.).

11.  Envolva as crianças e buscando a participação delas fazendo questionamentos de forma que elas possam interagir com a história que está sendo contada.



O que o professor precisa saber e fazer para organizar uma situação de reconto?
 

 

O reconto é a possibilidade da criança expressar-se oralmente , organizar o pensamento apoiada por uma história já conhecida . No reconto as ideias da criança fundem-se a história, permitindo que ela crie , pense e sinta numa espécie de “faz de conta literário”

  No reconto as crianças podem mudar partes da história, inventar novos desfechos, criar misturando suas idéias ao contexto da narrativa.

Algumas orientações para planejar uma boa situação de reconto:

1.    Sente-se no nível das crianças e se dispor a ouvir com atenção sua narrativa evitando de interrompe-la porém apoiando-a se e quando necessário.

2.    Estimule a criança a recontar a história que ouviu; Se preciso disponibilize apoio para o reconto ( Ex: as imagens do livro)

3.    Oportunize situações para que todas as crianças possam contar historias sem  forçar ninguém.

   4.  Respeite as diferentes formas das crianças elaborarem suas narrativas.

5 comentários:

  1. PARABÉNS PELO TEMA. DICAS E IDEIAS SÃO SEMPRE BEM VINDAS!
    REGINA
    CEI PROF. WALTER DE ANDRADE

    ResponderExcluir
  2. Obrigada. Sinto-me provilegiada pelo acesso a materiais tão ricos!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom tema. Acredito que estas sugestões nos permitem aprimorar nosso trabalho e, ainda nos dão estímulo. Professora Clô

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante estas sugestões. Acredito, que quando diversificamos nossa prática pedagógica, somos estimulados a aprimorar nosso trabalho e ainda, sabemos que as crianças se interessam por atividades diferenciadas. Professora Clotilde

    ResponderExcluir
  5. Quero escrever histórias para crianças, portanto, estou pesquisando várias maneiras para abordar esse tema e adorei as publicações bastante esclarecedores que vocês postaram. Obrigado e parabéns a todos os educadores deste Brasil.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário